Fotografia odontológica: dicas

Fotografia odontológica: dicas

A fotografia está ajudando muitos dentistas na odontologia moderna. Usa-se dela para realizar comparações de antes e pós tratamento, em documentações, propagandas ou até mesmo à apreciação estética.

Sua clínica ou consultório está por fora do assunto? Então, não deixe embarcar nesse post e descobrir o universo da fotografia na odontologia.

 

Determine um objetivo

Como já dissemos anteriormente, sua clínica ou consultório odontológico pode usar a fotografia e registrar a estética dental do paciente com o antes e depois do tratamento e mostrá-lo o resultado alcançado. Usa-se também na documentação interna, que servem de parâmetro para melhorias, análise de problemas, diagnóstico e entre outras atribuições. Além disso, alguns dentistas utilizam da fotografia como forma de arte.

É necessário determinar uma finalidade, pois cada um desses objetivos se divergem da técnica fotográfica.

Por exemplo, você pode fazer uma foto com contraste aumentado para mostrar melhor o matiz do dente, isso não documenta necessariamente o real, mas deixará claro a mensagem que pretende passar.  

 

Legislação

Antes de tudo é importante consultar o Conselho Federal de Odontologia e o Conselho Regional de Odontologia que tem manuais éticos para publicidade odontológica. Por isso, não caia no erro de publicar fotografias de ‘antes e depois’ nas redes sociais, isso não é permitido nem mesmo com o consenso do paciente.

Deixamos como fonte de informação o manual de ética do CRO – SP.  

 

O que necessitamos para fotografar

Para fotografar necessitamos de equipamento e técnica:

 

  • Equipamento:

O equipamento é muito importante para a qualidade que você pretende alcançar nas fotografias. Pode tirá-las no celular até em câmeras profissionais, o importante é que a qualidade da imagem esteja adequada ao objetivo definido.

CÂMERAS SLR

A câmera SRL possui um sistema de espelhos de movimentação semi-automático que ajuda o fotógrafo a ver exatamente o que será capturado. Esse modelo de câmera é ideal para qualquer objetivo do consultório.

Uma câmera SLR está custando em média de R$ 1.500,00 a R$ 2.000,00.

Caso precise de uma foto mais técnica para a documentação será necessário adquirir lentes e flashes, como estes:

[lente macro 100mmm]

[canon macro ring lite mr-14ex]

Nesses casos a lente faz toda diferença na fotografia odontológica, porque a câmera SLR sem lente é utilizada como paisagem, foto ampla e aberta, enquanto com a lente, a câmera destaca a região da boca em alta definição. Sem a lente notará que para focar na região da boca terá que aproximar a câmera próximo dele e isso afetará em toda iluminação e foco da imagem.  

Além disso, é importante adquirir um flashe de acoplar, só assim a imagem ficará em alta qualidade.

 

  • Técnica:

A técnica é fundamental, pois não adiantará em nada adquirir uma câmera profissional caríssima e não ter um conceito fotográfico pré-definido. Isso se reflete até na maneira de segurar a câmera, a iluminação do ambiente e a perspectiva.

Deixamos a seguir exemplos de técnicas fotográficas que você pode pesquisar mais afundo:

EFEITO BOKEH

O Bokeh é reconhecido principalmente pelo desfoque em forma de disco que é ocasionado pelas luzes ou áreas ao fundo da imagem, parecendo bolinhas, na maior parte dos casos.

 

LENS FLARE

O Lens Flare nada mais é do que uma distorção do raio de luz quando ele entra diretamente pela lente – porém pelas bordas, não exatamente pelo centro.

 

REGRA DOS TERÇOS

Nós já falamos bastante aqui sobre a regra dos terços, uma sugestão para a disposição dos elementos em uma foto, de forma que eles fiquem mais bem distribuídos. Para isso, é preciso dividir a tela mentalmente em nove partes e tentar enquadrar o elemento principal em um dos quatro pontos centrais, conforme a imagem a seguir:

 

GOLDEN HOUR

Não é só o Lens Flare que aparece melhor (e mais naturalmente) no pôr ou no nascer do sol – esses horários são os “queridinhos” dos fotógrafos. Eles são chamados de “Golden Hour”, ou “A Hora de Ouro” no inglês, e são perfeitos para fotografias de retrato ao ar livre.

 

Relacionamento com o Paciente

  • EVOLUÇÃO NO TRATAMENTO

Uma sacada genial para manter a constância do paciente durante o processo de tratamento, é mostrar a ele, em todas as sessões, o antes e depois na fotografia. Assim, ele será engajado a comparecer nas sessões e acompanhar a evolução do tratamento.

 

  • CAPTURAR PACIENTES COM A EVOLUÇÃO DO TRATAMENTO

Vender um bom plano de tratamento é uma tarefa complicadíssima, porque é nesse momento que o visitante pode-se tornar um paciente. Por isso, se seu consultório ou clínica odontológica colocar junto com a venda do tratamento a evolução fotográfica, para o representar o resultado do procedimento, isso será um diferencial importante no momento da venda do tratamento. Porém, se sua clínica ou consultório vende os tratamentos via mídia impressa e marketing digital, não será possível seguir essa estratégia, pois estará cometendo crime ético.

A alternativa para isso é mostrar para esse possível cliente, apenas como exemplo.

 

  • DIVULGAÇÃO EM REDES SOCIAIS

Disponibilizar as fotografias odontológicas nas redes sociais ajudará a promover o consultório. O paciente 3.0 ou paciente digital só acredita vendo, não adianta apenas falar que os procedimentos são eficazes, você terá que mostrá-los.

Mas, é importante lembrar que temos a barreira da legislação e não poderá colocar nada do paciente nas mídias de publicidade.

 

Nossa dica é utilizar bancos de imagens gratuitas, como:

 

FREE IMAGENS

O Free Imagens, possui diversas imagens em alta qualidade, totalmente grátis.

 

DREAMSTIME

O Dreamstime é considerado um dos maiores banco de imagens do mundo, possuindo 87 milhões de imagens em estoque, com 23 milhões de usuários.

Obs: cada plataforma de rede social têm políticas específicas na divulgação de fotografias de antes e depois.

 

NAPPY

Nappy, é um banco de imagens com apenas modelos negros.

 

IMCREATOR

Im creator ou Im free, além de possuir as imagens mais utilizadas nos bancos de imagens, possui ainda divisão por categoria intuitiva e muitos ícones.  

 

 

PIXABAY

Outra alternativa é Pixabay uma comunidade de compartilhamento de imagens.

Enfim, existem muitos outros bancos de imagens gratuitos ou pagos com fotografias em alta qualidade. O importante é estar atento aos manuais de ética da CFO, para não cometer nenhuma infração.

 

Documentação

Outra maneira de utilizar a fotografia no consultório é armazená-la na ficha do paciente, assim o consultório acompanha a evolução, diagnóstica os problemas e melhorias, formula as hipóteses. Além disto, a fotografia ajudará na comunicação de dentistas e laboratórios protéticos, para os fabricação dos modelos em gesso dos dentes.

Claro, que imprimir cada foto torna-se um trabalho exaustivo, por isso o seu consultório pode contar com o melhor software odontológico, o Dental Office. Que além de colocar as imagens na ficha do paciente, você consegue organizar os prontuários de maneira intuitiva, colocar os documentos do paciente, registrar os receituários, atestados e todos os dados pessoais.

 

Enfim:

A fotografia é uma poderosa aliada para o consultório, por isso, planeje-se e determine um objetivo que se enquadre com a realidade do consultório: você pode usá-la para o relacionamento com o paciente, utilizando para engajar, mostrando a evolução do tratamento por fotografia; para publicidade (fique atento à legislação regional de publicidade odontológica);  e ainda utilizá-la para documentação e registro do cadastro de cada paciente.

Assim a fotografia ajudará no gerenciamento, organização, engajamento do paciente e também à publicidade do consultório. Lembre-se que quanto maior o investimento maiores serão os resultados.

 

Gostou desse artigo? Então, não deixe de compartilhar com sua equipe.

 

Agradecemos a leitura!