7 medidas para melhorar a segurança da clínica odontológica

7 medidas para melhorar a segurança da clínica odontológica

Investir em segurança é fundamental para evitar futuros furtos e roubos na clínica.

Muitos gestores e dentistas deixam para realizar esse investimento depois que ocorre o sinistro, esse é um erro comum muito cometido.

A nossa principal dica é que a clínica seja proativa e se antecipe ao fato.

Por isso, separamos a seguir 7 medidas para melhorar a segurança da sua clínica ou consultório odontológico.

1- Migre para um Software Cloud

As informações que um software odontológico carrega são essenciais para a clínica. Além de conter dados privativos do paciente, o software se torna a própria gestão da clínica.

Guardar todas essas informações em um armazenamento físico representa um risco, é por este motivo que o software na nuvem é ideal para quem deseja mais segurança nas  informações.

Lembre-se que vivemos na era da informação, guerras são travadas pela informação.

ENTÃO, CUIDE DO SEU NEGÓCIO! MIGRE AGORA MESMO TODAS AS INFORMAÇÕES PARA UM SOFTWARE CLOUD.

2- Adquira um Sistema de Monitoramento

Se sua clínica ou consultório está situado em um bairro ou uma cidade de fama perigosa, é crucial adquirir um sistema de monitoramento por câmeras.

Mas, calma! Existem sistemas de monitoramento com custo acessíveis, tornando-se bem econômico para seu consultório ou clínica.

Depois de  adquirir o sistema de monitoramento, é importante delegar alguém da clínica para vigiar.

3- Instale o Botão do Pânico

Como referência, podemos citar a experiência realizada pelos Tribunais de Justiça dos Estados, que para combater a violência às mulheres, instalou o botão do pânico

O botão ao ser acionado dispara um alerta para a Polícia do Estado, que posteriormente realiza todas as ações para atender a ocorrência.

Esse dispositivo também pode ser instalado em clínicas e consultórios odontológicos, permitindo mais segurança aos colaboradores e pacientes

A recomendação do local de instalação do botão do pânico é que fique na recepção, perto da recepcionista com fácil acesso de forma discreto.

4- Se possível, tenha  trava eletrônica

Instalar o ponto/trava eletrônica sobre todas as portas da clínica (ou do consultório) ajudará e muito à verificação de quem está entrando e saindo do local.

Um investimento que apresenta um ótimo custo-benefício.

5- Treine os funcionários para otimização da segurança

Os funcionários precisam ser qualificados para agir em momentos de assaltos e também para evitar a falta de segurança do ambiente, como: não esquecer de fechar a clínica no fim do dia, conferir a identidade das pessoas que estão na clínica, entre outras ações cautelosas.

Geralmente essas tarefas ficam à cargo da recepcionista. Se você está em processo de contratação da recepcionista, não deixe de ler: o que considerar na contratação de uma secretária odontológica.

6- Conheça seus funcionário

A clínica ou consultório é para você a sua segunda casa, correto? Por este motivo é essencial conhecer quem estará ao seu lado no dia-a-dia.

Confiar nos funcionários é muito importante para a gestão!

Então, sempre que haver contratações é fundamental conversar com os antigos patrões desse funcionário para saber sobre a lealdade, índole e personalidade, pois é ele que ajudará a manter o ambiente da clínica seguro.

’’PENSE BEM EM ENTREGAR AS CHAVES DA SUA CASA PARA QUALQUER UM’’

7- Tenha opções de pagamento

Em pleno século XXI ainda existem clínicas e consultórios que apresentam apenas uma forma de pagamento: o dinheiro em espécie.

O problema se aprofunda à medida que o armazenamento desse pagamento se localiza na própria clínica.

Esse estoque de pagamento é muito perigoso! O ideal é que a clínica tenha formas de pagamento digital, como cartão de crédito e débito.

E se houver pagamento por espécie, é importante depositá-lo na conta da clínica semanalmente.

Para entender mais sobre formas de pagamento, não deixe de ler esse artigo.

Enfim…

Você aprendeu neste post-blog 7 medidas para melhorar a segurança da clínica odontológica.

Medidas como migrar para um sistema na nuvem para proteger as informações da clínica e dos pacientes, adquirir equipamentos de segurança como sistema de monitoramento por câmera, botão do pânico e trava eletrônica  

Existem outras medidas para melhorar a segurança da clínica ou consultório, o importante é estar prevenido.

Mas, afinal como anda a segurança da sua clínica?

 

Gostou desse post-blog?

Então, não deixe de compartilhar com sua equipe!

Agradecemos a leitura.

Originally posted 2018-12-28 11:00:46.